sábado, outubro 31, 2020
Home > Artigos > ERP é simplesmente um tipo de sistema?

ERP é simplesmente um tipo de sistema?

Por André Simões – Desenvolvimento SuperSoft Sistemas.

erp_blog

Não, ERP é um conceito que vai muito além de um tipo de sistema, e afeta diretamente a maneira como as empresas encaram seu processo produtivo, seu fluxo de materiais, ou ainda, como elas encaram sua organização interna.

Sendo assim, o ERP (Enterprise Resource Plannig) ou em português SIGE (Sistema Integrado de Gestão Empresarial) possui duas vertentes: ser o ponto de apoio para o sucesso das empresas, ou ser o grande vilão para o fracasso de outras.

Mas como isso acontece?

Quando uma empresa decide contratar um sistema ERP, ou alterar o sistema que já possui, diversos fatores são importantes, mas palavra chave para essa decisão é a EFICACIA.

Podemos citar diversas situações que vão envolver a contratação de um ERP, porém, nada é mais importante do que a relação entre Empresa e Software House, que passa a existir naquele momento.

Como é essa relação?

Funciona basicamente como um casamento, onde existirão diversas brigas e acertos, mas o fundamental é que a relação seja CONSTRUTIVA.

As empresas passam por mudanças, acompanham o mercado, e em paralelo a isso, deve estar a Software House.

Gerir um processo produtivo é extremamente complexo. Agora imaginem gerir o processo produtivo de diversas empresas diferentes, onde cada uma possui sua particularidade, onde cada uma possui uma forma de encarar os problemas, onde cada um possui uma forma de resolver os problemas, onde cada uma possui pessoas diferentes, com perfis diferentes, com gostos diferentes, com humores diferentes…É literalmente uma tempestade de informações!

Como filtrar essas informações? Como saber o que é urgente ou não? Como priorizar erros e melhorias? Como manter todo esse conceito em funcionamento?

Quando escolhemos a profissão programador, pensamos apenas no resultado: começar e terminar um código é extremamente prazeroso, ainda mais quando vemos resultados, e resultado bons…

Mas e quando isso vai além?

Quando falamos de ERP, estamos falando de outro tipo de programadores: programadores compradores, programadores vendedores, programadores almoxarifes, programadores controladores de produção, programadores gestores de finança e assim por diante.

Tempestade de informações, conflitos, vontades, diferenças, problemas, erros, soluções, melhorias. Tudo isso nada mais é que A Arte De Manter Um Sistema ERP.